Ads Top

Inês Brasil é piada? Traveco? - Se atacar a Panterona, eu vou atacar!


É muito comum vermos na internet, pessoas que querem chamar a atenção ou tirar o brilho de artistas e celebridades. E, a Panterona do Amor, é vítima constante desses haters que não sabem o que é cultuar o Ineismo. 
Mas, como ninguém é perfeito, vamos explicar para vocês porque Inês é uma pessoa iluminada e super importante para o cenário LGBT (e de outras minorias) no Brasil de forma a espalhar a palavra, não só do Senhor, mas, principalmente da representatividade e da auto-aceitação.


Primeiras coisas que temos que ressaltar aqui são: Inês é uma mulher, uma mulher negra, periférica, ex-prostituta, sem estudo, e, com um coração enorme

Nascida e criada na periferia Inês nunca teve vida fácil, mas foi aos 22 anos que iniciou sua carreira na casa de shows "Oba-Oba" como uma das mulatas do Sargentelli.
"Seu pai foi cantor e compositor da Escola de Samba Quilombo dos Palmares e junto com sua mãe e seus nove irmãos, teve uma infância voltada para a religiosidade. Cantou pela primeira vez em uma igreja e, aos 22 anos tornou-se professora de samba em uma escola do Rio de Janeiro. Foi lá que conheceu seu ex-marido, que a ajudou na carreira de cantora, iniciada aos 27, e a levou para a Europa. Ele, diretor de fotografia em uma rede de televisão da Alemanha, produziu os vídeos de Inês e foi quem apresentou a ela a bossa-nova." - WikiDepois de ser tirada da prostituição, Inês começou uma nova vida. Atendendo à ideia de uma amiga, a Panterona enviou vídeos de inscrição para BBB de 2009 a 2013, e, foi quando um desses vídeos vazou (em 2013) que ela virou um fenômeno da internet e voltou ao Brasil para lançar sua carreira musical (seu sonho).  - Dados da Wikipedia

Como se pode ver, Inês não é apenas uma pessoa querendo atenção na internet. Mas sim, uma mulher corajosa que venceu dificuldades impostas por camadas sociais, se livrou da prostituição, criou suas filhas e, hoje, não tem medo de seguir seus sonhos (e que sempre acha um jeito de ajudar o próximo)! Então vamos parar de dar close errado porque Errar é humano, permanecer no erro fica errado.


Mas qual o motivo de tanta repreensão da rainha do vale LGBT?
Além de periférica, negra, e sem estudo, Inês tem peculiaridades (maravilhosas) que a fazem ser essa pessoa especial no mundo:

Inês traz uma compreensão de mundo e de Deus totalmente diferente do que é apresentado nas igrejas, e, totalmente IGUAL à palavra de Jesus e isso incomoda...


Quem segue a Panterona do Amor sabe que ela está sempre falando de Deus. E essa é a coisa na qual  ela se agarra com todas as forças e fé. Porém, a visão dela do Salvador, não é a mesma da mídia, e das organizações. Inês tem Deus como puro AMOR, sem distinção de classe social, orientação sexual ou identidade de gênero. Ela também, não vê pecado no afeto, no sexo e na propagação do amor. E, além de tudo isso (mesmo que não levante essa bandeira), ela tem posturas extremamente feministas.

Inês parece traveco?
Inês usa muita maquiagem, e isso acaba 'confundindo'(abrindo espaço para preconceito) muita gente. E, não precisa nem falar mais nada sobre isso além de ressaltar o fato de que SE ELA FOSSE TRAVESTI (A PALAVRA TRAVECO É O CUMULO DA TRANSFOBIA) NÃO TERIA PROBLEMA NENHUM, SABE PQ? PQ ELA CONTINUARIA SENDO UMA PESSOA (M A R A V I L H O S A, DIGA-SE DE PASSAGEM)

Inês é burra?
A Panterona não é burra, pelo contrário, fluente em alemão e com pós-doutorado em "VIVER A VIDA E PRATICAR O BEM", Inês Brasil dá ótimos conselhos aos seus fãs e derruba o classismo e academicismo que esse povo usa para tentar atingi-la.
Ela ainda conscientiza os jovens sobre a prática do bem, uso de preservativos e a arte de não julgar o próximo e amar todo mundo.

Qual o motivo de tanto amor pela Panterona?

    Em tempos de guerra, em tempos onde tudo que é feito com o diferente é: segregação. E, em tempos de uma mídia, embora democratizada pela internet, ainda dominada pela TV, Inês trás uma esperança. Uma esperança de representatividade, mas, não só isso. "Inês Brasil" significa muita coisa para muita gente!
    Ela representa o AMOR. Amor o qual a comunidade LGBT vem lutado incansavelmente para poder exercer. Amor o qual a menina, preta e pobre da favela não vê por ela.
     Mas, o mais importante de tudo: Inês Brasil é LIVRE! Sua liberdade, inspira pessoas presas com as correntes do preconceito a se livrarem da opressão.
Sua liberdade, inspira a mulher que é oprimida por gostar de sexo. O Gay que é esculachado na escola (e, algumas vezes até em casa). Sua liberdade nos contagia, nem que seja por alguns minutos. Ela nos muda, para sempre.
Então, deixo aqui meu obrigado à Panterona do Amor, pois, mesmo eu, um homem cis, branco, classe media, estudante de uma Instituição Federal, precisava ser liberto de correntes. E Inês Brasil, você me libertou, ô se libertou!!!



Um comentário:

  1. A-DO-REI!!!!!!
    #MakeLove #SeguraEssaMarimba

    <3

    #Ana

    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.