Ads Top


"Ei, eu gosto de você!"
Eu vivo escrevendo sobre personagens cheias de atitude... Leio sobre elas nos livros... As vejo em filmes... As vezes vejo até na vida real... E eu uso aquele clichê: "Não tive oportunidade de falar que gosto dele!"... Mas eu tive! Essa semana mesmo... Olho no olho... Cara na cara... Ele me pedindo pra dizer aquelas palvras tão simples... "Eu gosto de você"... Ele estava me encarado, e eu desviava um pouco o olhar... Surgiu meio do nada... Na verdade, eu meio que perguntei pra ele com que tinha sido o primeiro beijo dele. Mas não importa! O que importa é que naquela hora ele estava alí... Me perguntando por que eu não havia "ficado" (palavrinha vulgar, né?! Mas é a que têm... E a que serve!) com Paulo... Respondi o de sempre: "Eu não gostava dele! Ele não gostava mais de mim! O que há de errado nisso?" e ele me encarou de novo... Aquele olhar que me puxava toda hora, mas que eu tinha a mania de desviar para evitar constrangimento...
Ele sorriu de lado (Não estou brincando! Sei que em todo livro/texto/tudo o menino pra ser lindo tem que ter sorriso de lado... Mas não estou inventando esse sorriso pra ele parecer mais bonito... Eu não acho isso necessário... Mas que aquele sorriso fica muito bem nele, fica sim!) e perguntou meio rindo: "Com quem você ficaria então Gabi?". Olhei pro caderno... Despistada básica... Fingi que não ouvi e pensei em uma boa resposta para aquela pergunta enquanto dizia: "Hein?!", tentando ganhar mais tempo.... Ele refez a pergunta. Era só dizer: "Você!"! Uma palavra! Mas eu não conseguia... Levei pro lado mais zoado e respondi: "Muitas pessoas..." levantando a sobrancelha de modo a fazê-lo rir... Ele riu. Mas não desistiu. "Vai! Sério! Responde!". Ele sabia que não era verdade... Eu não sou assim... Fiquei em silêncio. Minha mão tremia em torno da lapiseira e meu coração batia ao ritmo de "vo-cê, vo-cê, vo-cê, vo-cê, vo-cê". Ele provocou: "Não vai responder não, é?!".
E eis que a única coisa que pensei no momento e fiz foi dizer um "Você..." do mesmo jeito que havia dito "Muitas pessoas..."... Levantando a sobrancelha e tudo mais... Era a verdade! Não tinha mentido pra ele.... Só tinha o feito acreditar que era mentira... Ele riu de novo e insistiu: "É sério!" e por instinto respondi: "Já disse! As respostas que dei não servem?". Outra risada... Mais uma daquela e eu diria a frase inteira: "Eu gosto de você!". Mas ele não riu de novo... Só deu um sorriso singelo e olhou pra frente... Talvez tenha sido bom... Dizem que meninos fogem quando sabem que uma menina gosta deles... Isso é mesmo verdade? Só dificulta mais as coisas... Mas eu fiquei alí... Segurando o impulso de dizer: "E se o que eu disse fosse verdade?"... Mas nunca saberei o que ele teria respondido...

E ai? Gostou? O livro de BIBI se chama "Entre Linhas" e será lançado agora em Dezembro na cidade da escritora:
Montes Claros - MG

>> Confira mais sobre Bibi Ribeiro clicando aqui<<

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.